Portal do Governo Brasileiro
Logotipo Incra


Assentados de São Pedro da Aldeia firmam parceria com empresa de cosméticos


Publicado dia 07/06/2019
 
A pimenta-rosa produzida por agricultores familiares do assentamento Ademar Moreira, localizado no município de São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos do estado do Rio de Janeiro, entrou definitivamente no mercado nacional. Eles assinaram, no último mês, um Termo de Compromisso de Compra e Fornecimento do fruto proveniente da Aroeira com uma rede de lojas de cosméticos orgânicos, sediada em Curitiba, que atende a todo o Brasil. A parceria é inédita para a reforma agrária no estado e foi firmada em uma das mais importantes feiras de bioeconomia do país, a Green Rio, que ocorreu dos dias 23 a 25 de maio na capital fluminense.
 
O início da comercialização do produto só foi possível graças aos esforços integrados do Grupo de Trabalho Aroeira, que reúne técnicos e representantes de instituições das três esferas de governo, como do poder público municipal, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), do Incra, da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do estado (Emater-Rio) e do Instituto Estadual do Ambiente (Inea).
 
O grupo foi responsável pelo primeiro Plano de Manejo Sustentável da Aroeira do País, que autorizou a exploração da Aroeira no interior do assentamento, seguindo os preceitos da legislação ambiental, e regularizando uma atividade que já era tradicionalmente executada pelos agricultores.
 
Também foi realizado pelo grupo o reconhecimento botânico da Aroeira, com rastreamento, certificação de qualidade e análise química das espécies em laboratório; o treinamento e a certificação de mais de 40 produtores para o manejo e coleta do produto; a entrega do Centro de Beneficiamento Primário da Aroeira, que conta com estufa para desidratação dos frutos e estrutura para pós-colheita, em fase final de construção dentro do assentamento; e a aquisição de insumos básicos, embalagens e equipamentos industriais para qualificar a produção.
 
Negócios

A atividade desenvolvida pelos produtores aldeenses chamou a atenção da empresa Cativa Natureza na edição de 2018 do Green Rio. Em meados do ano passado, eles já fecharam a primeira compra de 100 quilos do produto. Este ano, os assentados puderam ter contato na feira com as primeiras amostras de produtos orgânicos à base da Aroeira elaborados pela empresa: o shampoo sólido e o extrato fluido de pimenta-rosa.
 
A expectativa é que a linha de produtos orgânicos provenientes da planta, como sabonetes, shampoos sólidos, óleos essenciais e extratos fluidos, seja colocada à venda na loja física em Curitiba e no site da empresa ainda este mês. Parte dos lucros serão direcionados para os produtores da Associação de Lavradores do Assentamento Ademar Moreira (Alaam). De acordo com os responsáveis pela empresa, a ideia é manter uma parceria de longo prazo com os assentados. Eles pretendem aumentar o investimento e estão pleiteando, futuramente, a compra de mais de uma tonelada do produto.
 
Além da expectativa de bons negócios para os agricultores do assentamento Ademar Moreira, o Projeto Aroeira também serve de modelo para a agricultura familiar em todo o estado. É o que explica o analista Moacir Lima, do serviço de Meio Ambiente e Recursos Naturais do Incra/RJ. “Esse é projeto piloto de manejo de espécie nativa em Mata Atlântica, que é o bioma mais degradado do País. Determina um protocolo institucional para elaboração de planos de manejo de outras espécies. Muitos dos nossos assentamentos têm potencial para esse tipo de atividade", afirma.
 
Assessoria de Comunicação Social do Incra/RJ
(21) 2224-3346
ascom.rj@rjo.incra.gov.br
www.incra.gov.br/rj
https://twitter.com/Incra_RJ
https://www.facebook.com/incrarj/

Ir para o Topo