Portal do Governo Brasileiro
Logotipo Incra


Incra e prefeituras vão investir R$ 3 milhões na recuperação de estradas no Pará


Publicado dia 14/01/2020
 
Dois convênios com prefeituras dos municípios de Viseu e Cachoeira do Piriá, localizados no Nordeste paraense, para recuperação de estrada vicinais em áreas de reforma agrária, assinados na segunda-feira (13), na Superintendência Regional do Incra no Pará, em Belém, deram o pontapé inicial, em 2020, para a realização de obras de infraestrutura em projetos de assentamento criados pela autarquia na região.
 
Com um investimento de cerca de R$ 3 milhões, as obras de recuperação e complementação de 33,2 km de estradas vicinais que atendem o assentamento Par Cidapar I, em área que abrange os municípios de Viseu e de Cachoeira do Piriá, vão beneficiar diretamente pelo menos 1.650 famílias assentadas - além de diversas comunidades no entorno do assentamento.
 
No ato de assinatura dos convênios, o superintendente regional do Incra/PA, Neil Duarte, destacou a importância das obras de infraestrutura para a dinamização da economia local e melhoria das condições de vida dos agricultores. O gestor informou que as obras continuarão ao longo de 2020, em cumprimento de metas estabelecidas pelo Governo Federal para levar qualidade de vida às famílias beneficiárias das políticas de reforma agrária. 
 
Segundo Duarte, também já estão disponíveis os recursos orçamentários para a instalação de microssistemas de abastecimento de água potável em projetos de assentamentos de outros municípios, bem como para recuperação de pontes e estradas que vão garantir o escoamento da produção agrícola das famílias assentadas.
 
Importância vital
Para o prefeito de Viseu, Isaías Neto, a chegada dos recursos para recuperação de 15,8 km de estradas vicinais que atendem comunidade rurais é de importância vital para um município que tem na agricultura uma de suas principais atividades econômicas. No município, explicou o prefeito, apesar de ser um dos primeiros povoados do Estado do Pará, ainda há comunidades em regiões de difícil acesso aos serviços básicos de saúde e de educação, bem como dificuldades para escoar suas produções.  "Na Região da Estrada há cerca de cinco mil pessoas (equivalente a 6% da população do município), que ali vivem e dependem das estradas funcionando, principalmente no período invernoso", exemplificou o prefeito. 
 
A recuperação das estradas, continuou Neto, vai permitir que as crianças, adolescentes e jovens possam chegar com segurança às escolas; vai facilitar o deslocamento dos doentes em busca de um melhor atendimento de saúde e, sobretudo, vai garantir aos agricultores o escoamento de suas produções. E concluiu afirmando que uma parte dessa produção aquece o comércio local, consumida no próprio município, como é o caso da farinha e dos hortifrutigranjeiros que vão para a merenda escolar municipal.
 
Em Cachoeira do Piriá, a recuperação de 17,4 km de estradas também é de importância estratégica para o município, segundo avaliação do prefeito Leonardo Vale. O trecho a ser recuperado, entre as comunidades do Seringal e do Guajará - localizadas no assentamento Cidapar 1 e distantes 96 km umas das outras -, faz parte da principal via do município que atende a diversas comunidades rurais, além daquelas situadas no projeto de assentamento, uma das maiores áreas de reforma agrária do Brasil. 
 
Com a estrada em boas condições de uso, Leonardo Vale avalia que a economia do município vai melhorar com o escoamento da produção de abacaxi, madeira, malva, feijão, arroz, banana e o açaí, vendidos no comércio local e em outros municípios, além de facilitar o transporte escolar e o atendimento em serviços de saúde.
 
Pelos convênios, as prefeituras ficam responsáveis pela execução das obras e por uma contrapartida financeira equivalente a 10% do valor total dos investimentos. O prazo máximo de conclusão é de 360 dias. Ao Incra cabe o repasse dos recursos, que será feito em três parcelas, e a fiscalização do trabalhos, dentre outras atribuições.
 
Assessoria de Comunicação Social do Incra/PA
(91) 3202-3854
ascom@blm.incra.gov.br
incra.gov.br/belem

Ir para o Topo