Portal do Governo Brasileiro
Logotipo Incra


Incra em Pernambuco incorpora 914 hectares ao Programa Nacional de Reforma Agrária


Publicado dia 28/06/2017

 

O Incra incorporou ao Programa Nacional de Reforma Agrária cerca de 914 hectares localizados nos municípios pernambucanos de Moreno e São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife. A área, referente a dois assentamentos criados pela superintendência regional da autarquia na última semana, tem capacidade para receber 111 famílias de trabalhadores rurais. As portarias de criação foram publicadas no Diário Oficial da União no último dia 23 de junho (clique aqui para acessar os documentos).

Os novos projetos de reforma agrária resultam da aquisição das terras pertencentes a dois engenhos da antiga Usina Bulhões. O Engenho Poço D’Antas, com 509,5 hectares, localizado no município de São Lourenço da Mata, deu origem ao assentamento Luiza Ferreira, onde poderão ser instaladas 57 famílias. Nos 404,8 hectares do Engenho Várzea do Una, entre os municípios de Moreno e São Lourenço da Mata, vai ser implantado o assentamento Che Guevara, que terá 54 unidades agrícolas familiares.

A entrada em vigor das portarias de criação põe fim à espera de quase duas décadas dos trabalhadores rurais, que pleiteavam a destinação dos imóveis para a reforma agrária, encerrando os conflitos existentes entre eles e os antigos donos da Usina Bulhões.

Na área será desenvolvido um novo modelo de assentamento, de lotes menores e produção estruturada. A proximidade com o Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa/PE), distante apenas seis quilômetros, deverá facilitar o escoamento dos itens provenientes das duas áreas de reforma agrária.

Luiza Ferreira

O assentamento localizado no antigo Engenho Poço D’Antas foi batizado em homenagem à ex-dirigente do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) em Pernambuco Luiza Ferreira. Ela foi assassinada em 2010, aos 52 anos de idade, em função da militância em prol da reforma agrária. O assassinato aconteceu em Aliança, na Zona da Mata Norte do estado, onde Luiza estava acampada havia quatro anos e atuava como presidente da cooperativa existente no local.

 

Assessoria de Comunicação Social do Incra/PE
(81) 3426-1217 / 3231-3570 – ramal 256
www.incra.gov.br/recife

Ir para o Topo