Portal do Governo Brasileiro
Logotipo Incra


Incra entrega 147 títulos para comunidades ribeirinhas do Rio Macauã, no Acre


Publicado dia 13/07/2017

 

A superintendência regional do Incra no Acre entregou 147 títulos definitivos para ribeirinhos do Rio Macauã. Os servidores percorreram, por mais de 10 horas, em pequenas embarcações, a bacia do Rio Iacos para entregar os Contratos de Concessão de Direito Real de Uso (CCDRU) - documento que dá direito a posse de terra para assentados da reforma agrária – no final de junho.

A primeira entrega de CCDRUs para mais de 50 produtores foi na comunidade Providência. Durante a atividade, os ribeirinhos ouviram sobre os cuidados e a importância da preservação das áreas de reserva ambiental. Aqueles que receberam os títulos também foram orientados sobre as cláusulas resolutivas a serem cumpridas pelos beneficiários durante a vigência do documento.

A líder comunitária Euzanir Geminiano da Costa comemorou a entrega. “É uma grande satisfação recebermos o superintendente do Incra aqui em nossa comunidade e ainda mais quando o motivo da visita é a entrega dos títulos de nossas terras. Agora temos a garantia de posse da área, de que estamos trabalhando no que é nosso e isso é uma grande alegria para todos nós”, disse “Dona Boneca”, como é chamada Euzanir, moradora há mais de 34 anos da localidade e mãe de quatro filhos.

PAF Valência

A segunda entrega foi no Projeto Agroflorestal (PAF) Valência, onde aproximadamente 160 pessoas aguardavam os servidores para a entrega dos documentos. O presidente da associação agrícola do Valência, Milton Freire, ressaltou a satisfação de receber a equipe do Incra na região para debater sobre assuntos de interesse coletivo, como, por exemplo, acesso a créditos e benefícios sociais.

“Aproveitamos essa oportunidade para saber sobre a regularização dos posseiros da região, sobre acesso ao crédito e a outros benefícios sociais. Essa visita nos traz a esperança que boa parte dessas situações sejam resolvidas”, comentou Freire, destacando a importância de manter a Unidade Avançada de Sena Madureira ativa para o atendimento de ribeirinhos na região.

Em seguida a equipe iniciou o retorno à capital do estado descendo o rio Macauã até a comunidade Santa Terezinha. Após o percurso, o batelão - embarcação fluvial típica da região amazônica - atracou no porto da comunidade para a entrega de mais títulos em reunião na escola da comunidade.

A última etapa da viagem foi  na comunidade dos Queimados, ocasião em que o superintendente regional do Incra/AC, Eduardo Ribeiro, conversou com os assentados da localidade sobre ações do Incra planejadas para o segundo semestre de 2017.

De acordo com Ribeiro, dentre as reivindicações dos assentados estavam temas como acesso à energia elétrica, habitação, crédito, construção de ramais (pequenas estradas), escolas, transporte escolar, financiamento, entre outros. Os representantes do Incra se prontificaram a se reunir com os poderes públicos municipais e estadual na busca de soluções para as demandas recebidas.

Para o superintendente do instituto, as reuniões são importantes para conhecer a realidade de cada assentamento e ouvir o produtor. “Em todas elas recebemos demandas que, por vezes, não são de competência do Incra, mas não medimos esforços para dar os encaminhamentos necessários. Trabalhamos para que cada assentado tenha dignidade para viver em suas terras e o Incra tem procurado as parcerias necessárias com o objetivo de solucionar os problemas relatados”, comentou Ribeiro.

Meta

Para o chefe da Divisão de Desenvolvimento do Incra/AC, Hildebrando Veras, o plano de ações da autarquia para titulação de assentamentos no estado tem como meta entregar cerca de 2,5 mil títulos neste ano. De acordo com Veras, os títulos asseguram aos assentados acesso a créditos, além de garantias de políticas públicas.

“Estamos trabalhando para garantir a titulação do máximo de projetos de assentamentos do Acre em 2017. O título representa muito para uma família de agricultor. Com esse documento, elas têm a possibilidade de acessar financiamentos, créditos, fomentos e outros benefícios destinados aos assentados da reforma agrária. É um esforço grande que conta com a participação de todos os setores do Incra”, disse Veras.

A atividade realizada para atender os ribeirinhos do Rio Macauã beneficiou cerca de 300 famílias da região. O Incra /AC informa que estão previstas para este mês de julho pelo menos outras duas agendas pelo interior do estado, uma na região do Alto Acre e outra no Vale do Juruá.

Assessoria de Comunicação Social do Incra/AC
(68) 3214-3023
www.incra.gov.br/ac

Ir para o Topo