Portal do Governo Brasileiro
Logotipo Incra


Incra/MG entrega milésimo CCU em ato simbólico


Publicado dia 08/08/2017

“O CCU é um reconhecimento como assentado. É o nosso registro”, afirmou a presidente da associação do assentamento 26 de Outubro, Rosalina Aparecida de Jesus Silva, ao participar da entrega simbólica do milésimo Contrato de Concessão de Uso (CCU) concedido pelo Incra em Minas Gerais. O evento ocorreu nesta segunda-feira (07) na superintendência regional, em Belo Horizonte.
 
Estiveram presentes o diretor de Desenvolvimento de Projetos de Assentamento do Incra, Ewerton Giovanni dos Santos, gestores, servidores e terceirizados da regional, além do prefeito de Pompéu, Ozéas da Silva Campos, e do secretário municipal da Indústria, Comércio e Agropecuária, Fernando Alan Martins.
 
Na ocasião, 16 agricultores do assentamento 26 de Outubro – localizado no município de Pompéu, distante 200 quilômetros da capital mineira – receberam o documento que assegura a posse provisória de seus lotes. Eles representaram os  mil CCUs entregues pela autarquia a famílias assentadas em MG.
 
Desde janeiro, o Incra/MG expediu 2.016 Contratos – metade do previsto para este ano -, dos quais 60% já foram entregues a beneficiários da reforma agrária. O diretor de Desenvolvimento destacou o empenho da superintendência para cumprir a meta de titulação – a regional também entregou 34 títulos definitivos. “O esforço que a gente vê na superintendência de Minas e em todas as outras se concretiza nos 50 mil CCU emitidos em todo o País. Esse número só foi alcançado uma vez na história do Incra, e conseguimos atingi-lo em meio ano. Temos uma meta ousada de emitir e entregar 170 mil CCU pelo Brasil”, afirmou Santos.
 
Ele acrescentou que o Contrato de Concessão de Uso tem “importância imediata” para os assentados, pois facilita o acesso a diversas políticas públicas. “Estamos trabalhando em Brasília para que, junto com esse documento, venham também as políticas do órgão, em especial aquela que é mais imediata, que é o crédito Apoio Inicial. Temos uma meta igualmente ousada que é aplicarmos 100% dos recursos que tivermos disponível para esse exercício para o desenvolvimento das famílias”, observou Santos, mencionado o Decreto 9.066/2017, publicado em maio, o qual altera a sistemática de operacionalização e unifica modalidades de crédito.
 
Comemoração
 
O milésimo CCU foi entregue simbolicamente ao casal Maria e João Narcizio de Souza, assentados há 17 anos no assentamento 26 de Outubro. “Já temos uma idade avançada, mas queremos trabalhar até quando der. E a gente não tinha nenhum documento da terra, é muito bom receber agora”, comentou João, aos 81 anos.
 
Junto com a esposa, de 78 anos, e com auxílio de um dos nove filhos, eles se dedicam à pecuária leiteira – vendem cerca de 130 litros de leite por dia a uma cooperativa – e investem em hortas e pomares para consumo próprio.
 
“Vamos estudar os nossos direitos e buscar o melhor com esse contrato”, disse Dalva Pereira Campos. Segundo ela, os assentados pretendem formar uma cooperativa para facilitar a comercialização de hortigranjeiros.
 
Aguinaldo Soares de Oliveira também espera melhorias a partir do CCU. Após ser assentado, em 2000, ele investiu em torno de R$ 15 mil, oriundos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), na construção de curral e instalação de ordenhadeiras e tanques de leite. “Se eu puder ter mais recursos, vou melhorar a produção”, argumentou. Hoje o agricultor comercializa em torno de 150 litros de leite por dia, sua principal atividade econômica.
 

Assessoria de Comunicação Social do Incra/MG
(31) 3284-7446
comunicacao@bhe.incra.gov.br
www.incra.gov.br/mg

Ir para o Topo