Portal do Governo Brasileiro
Logotipo Incra


Inscrições para curso de Medicina Veterinária pelo Pronera encerram dia 25


Publicado dia 16/05/2018
 
Encerram em 25 de maio as inscrições para a quarta turma especial do curso de Medicina Veterinária, viabilizado pelo Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera) por meio da cooperação entre o Incra no Rio Grande do Sul e a Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Com 60 vagas específicas para populações do campo, as aulas iniciam no segundo semestre deste ano.
 
A oportunidade é resultado de termo de execução descentralizada (TED) assinado em dezembro de 2017 entre o Incra e a universidade. “A educação para as famílias assentadas por meio do Pronera é uma política pública prioritária na nossa superintendência, em razão da sua relevância e, principalmente, pelo impacto positivo na aplicação deste aprendizado diretamente nos assentamentos gaúchos e de outros estados. Por meio deste programa conseguimos atender públicos que estavam à margem do processo de educação. É com esta visão que buscamos a implantação da quarta turma de Medicina Veterinária em parceria com a UFPel”, salienta o superintendente regional do Incra, André Bessow.
 
As 60 novas vagas destinam-se a assentados, quilombolas, agricultores familiares, pescadores artesanais, extrativistas e demais segmentos descritos no Decreto nº 7.352/2010, além de beneficiários do Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF), educadores voltados às famílias beneficiárias e demais pessoas cadastradas no Incra. É vedada a participação de portadores de diploma do ensino superior, pessoas matriculadas anteriormente no Pronera ou que estejam cursando outra graduação.
 
O edital contendo informações completas está disponível no portal da universidade: http://concursos.ufpel.edu.br/wp/. Para efetuar as inscrições, que são gratuitas, é necessário preencher o formulário indicado pelo edital e enviar os seguintes documentos por e-mail: cópia do histórico ou do certificado de conclusão do ensino médio; certidão comprobatória de beneficiário da reforma agrária (expedida pelo Incra) ou do Crédito Fundiário (fornecida pela Secretaria Especial da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário/SEAD) e memorial descritivo. Esta última exigência é uma espécie de redação relatando trajetória escolar, vivências relacionadas à terra e expectativas do agricultor quanto à universidade.
 
Seleção
 
O processo seletivo ocorrerá em duas fases. O primeiro momento – eliminatório – consiste em prova de Redação, Língua Portuguesa e Matemática. Em seguida os aprovados seguirão para a etapa classificatória, formada por aulas e avaliações sobre Ciências, História da Agricultura, Princípios e Fundamentos da Agroecologia e Questão Agrária. O resultado final deve ser divulgado em 6 de agosto de 2018 com início das aulas previsto para o final de agosto.
 
Formação para o campo
 
A graduação está estruturada com base na pedagogia da alternância, reunindo 4,9 mil horas de estudos distribuídas em dez semestres. Os encontros presenciais ocorrerão em turno integral em três locais: Campus Capão do Leão, Campus da Associação Atlética do Bando do Brasil (AABB) e Centro Agropecuário da Palma – todos localizados nas imediações de Pelotas.
 
Conforme a técnica do Incra/RS, Camila Frota, as disciplinas são ministradas pelo corpo docente da UFPel com participação de professores convidados. Um exemplo são as atividades de extensão desenvolvidas com apoio da Universidade da República do Uruguai (Udelar). Além disso, as últimas 450 horas do curso estão reservadas ao estágio curricular, de forma a fortalecer a vivência dos educandos nas comunidades.
 
Segundo a coordenadora pedagógica do projeto, Cátia Gonçalves, outra particularidade da graduação é a ênfase curricular. “Nossa prioridade é formar profissionais para atenderem as demandas dos assentamentos e da agricultura familiar”. Ela explica que, por isso, o currículo é voltado aos animais de produção de grande porte, como o gado bovino.
 
Consolidação
 
O projeto de formação em Medicina Veterinária pelo Pronera Incra/UFPel começou a ser delineado em 2007. As aulas iniciaram somente em 2011 devido a uma suspensão decorrente de liminar do Ministério Público Federal de Pelotas, revertida pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). A colação de grau dos pioneiros ocorreu em dezembro de 2015. A formatura do segundo grupo de educandos está marcada para agosto de 2018 e do terceiro para julho de 2021.
 
 
Assessoria de Comunicação Social do Incra/RS
(51) 3284-3309 / 3311
imprensa@poa.incra.gov.br

Ir para o Topo