Portal do Governo Brasileiro
Logotipo Incra


Jovens agricultores alemães visitam assentamento no Maranhão


Publicado dia 02/08/2017

 

Um grupo de jovens agricultores alemães se reuniu com o superintendente do Incra no Maranhão (Incra/MA), George de Melo Aragão, para relatar a experiência vivida por eles na segunda visita de intercâmbio ao estado, a convite da Associação Educação e Meio Ambiente (EMA), entidade conveniada com o Incra que atua na prestação de serviços de assistência técnica, extensão rural e na área ambiental. O encontro ocorreu na última segunda-feira (31/7), na sede regional da autarquia, em São Luís.

Os visitantes são membros da Katholische Landjugend Bewegung (KLJB), uma associação alemã de jovens rurais ligados à Igreja Católica. O intercâmbio, coordenado pelo padre da Diocese de Münster, Bernd Hante, aconteceu no período de 27 de julho a 01 de agosto e incluiu a ida ao assentamento São José da Vitória, no município de Pirapemas.

A experiência vivida pelo grupo foi narrada ao superintendente do Incra, à presidente da EMA, Maria Elisabeth Detert, à presidente da Cidade da Criança (instituição que está realizando um espetáculo de teatro no assentamento), Ivonita Alves, e às técnicas Anida Dominice Soares e Maria do Rosário Caldas, do setor de Meio Ambiente do Incra/MA.

Durante a reunião, Maria Elisabeth esclareceu que a realidade maranhense da agricultura familiar é capaz de suscitar reflexões importantes para os jovens. Na visão dela, a realização de intercâmbios instigam pessoas de diferentes realidades a pensarem sobre seu espaço de atuação a partir do encontro de práticas e modos, sob diferentes concepções do mundo e suas relações. 

“Esses intercâmbios com a Alemanha não fazem parte do convênio de meio ambiente firmado com o Incra/MA, mas são reveladores da importância do trabalho desenvolvido. Há um interesse internacional em nossas experiências, algo que não deve ser ignorado”, ressaltou Maria Elizabeth.

Durante a visita ao assentamento São José da Vitória, os jovens alemães tiveram a oportunidade de assistir a uma cena do espetáculo de teatro “Cazumbá – a força do babaçu”. A peça está em fase de produção e conta com a participação de jovens dos 14 assentamentos onde a EMA atua por meio do convênio com o Incra.

“Esse espetáculo cumpre uma das metas estabelecidas pelo convênio e tem como proposta envolver jovens desses assentamentos em um processo criativo de recuperação da memória e invenção de um futuro que considere as particularidades dos lugares onde cresceram, fortalecendo a partir dos afetos a relação de vínculo com a terra em que estão”, explicou Maria Elisabeth.

O padre Bernd Hante ressaltou que os jovens ficaram impressionados com o ensaio aberto do espetáculo encenado pelos assentados, principalmente por estarem usando o teatro como forma de fazer emergir a realidade das pessoas que vivem no campo.

“Para mim é muito importante que eles tenham tido essa experiência, de perceber a cultura e a natureza em interação. Estou muito feliz em ver que embora eles sendo bem jovens, estão querendo mais da vida, menos consumo, coisas que dêem mais sentido à vida deles”, contou Hante.

Convite

O coordenador do intercâmbio oficializou o convite feito na visita anterior para que o superintendente do Incra no Maranhão e sua equipe técnica ambiental, bem como o representante nacional da instituição visitem a Alemanha.

“Queremos apresentar nossos projetos, a produção de hortaliças, nossa pecuária e a diversidade de tecnologias para manejo de pasto que garantem uma produção numericamente expressiva e de qualidade, mesmo com pequenos lotes de terra. Algo que, acreditamos, ajudará a potencializar a pequena agricultura no Brasil de forma sustentável”, esclareceu Hante, afirmando que a ideia é garantir uma agenda política capaz de contribuir para que o Incra se aproxime das instituições públicas da Alemanha voltadas para o desenvolvimento.

George Aragão agradeceu e disse que levará ao conhecimento da Presidência do Incra o convite feito pela comitiva alemã. “É muito gratificante ouvir esses relatos dos jovens intercambistas, pois demonstram que os seres humanos sempre têm algo para aprender uns com os outros. Imaginamos que por eles virem da Alemanha, um país mais desenvolvido que o nosso, somente nós teríamos o que aprender com eles, mas aqui ficou claro o contrário”, disse.

Visita técnica

Durante a visita ao assentamento São José da Vitória, em Pirapemas, os jovens agricultores puderam conferir os resultados da implantação do sistema de energia solar que viabiliza água encanada a uma parte dos assentados.

Na oportunidade, também conheceram, em detalhes, o arranjo produtivo vigente nos assentamentos e as inovações propostas pela EMA, que impactam diretamente a produção dos assentados a partir de tecnologias voltadas à recuperação e à conservação da fertilidade do solo.

Convênio

O convênio assinado pelo Incra/MA e a EMA visa à recuperação de áreas degradadas por meio da implantação e do manejo de sistemas agroflorestais e de outras alternativas sustentáveis de produção em 14 assentamentos do Incra, situados em 10 municípios maranhenses.

O convênio abrange as seguintes áreas de reforma agrária: São José da Vitória; Livramento (em Mirinzal); Abelardo Ribeiro (Central do Maranhão); Bacuri (em São Raimundo das Mangabeiras); Árvores Verdes (no município de Brejo); Deus é Fiel, El Shaday e Olga Benário (todos em Amarante do Maranhão); Santa Cruz Imperial e Santana Raposo III (ambos em Monção); Bacuri I (Cajari); Francisco Romão e João do Vale I (em Açailândia), além do assentamento União (no município de Itinga do Maranhão).


Assessoria de Comunicação Social do Incra/MA
(98) 3878-7450 (ramal 247)
ascom@sls.incra.gov.br
http://www.incra.gov.br/ma

Ir para o Topo