Portal do Governo Brasileiro
Logotipo Incra


Livro aborda assistência técnica em assentamentos do Rio Grande do Sul


Publicado dia 10/04/2019
 
A parceria de quase uma década entre o Incra no Rio Grande do Sul e a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) para acompanhamento do programa de assistência técnica e extensão rural aos assentamentos gaúchos é retratada em publicação lançada por assessores e pesquisadores que atuaram na área. O material contendo dados, estudos e avaliações está previsto no Termo de Execução Descentralizada/2016 formalizado entre as duas instituições, em vigência até dezembro deste ano.
 
O livro Uma Nova Extensão Rural Pública – A experiência pluralista e descentralizada da Assessoria Técnica, Social e Ambiental (Ates) no Estado do Rio Grande do Sul traz, em 375 páginas, reflexões e informações apuradas por 16 assessores técnico-pedagógicos a partir do trabalho em conjunto com equipes técnicas, famílias assentadas e Incra.
 
A obra é dividida em três partes. Na primeira delas, é abordada a construção de um sistema pluralista e descentralizado de assistência técnica e extensão rural. A seguir, a forma de atuação colaborativa para o desenvolvimento dos assentamentos. Na última parte, é retratada a situação das famílias assentadas no estado e a importância da assistência técnica para garantir o desenvolvimento dessas comunidades.
 
A cooperação entre a autarquia e a universidade iniciou em 2009, visando qualificar a assistência técnica prestada aos beneficiários da reforma agrária por equipes contratadas pelo Incra até 2017. Ao longo do período, além de dezenas de atividades de campo, foi feito acompanhamento metodológico, com ênfase na atuação participativa de todos os agentes na condução e avaliação sistemática do programa e na discussão e definição de metas contratuais.
 
Segundo a equipe de assistência técnica do Instituto, o envolvimento institucional garantiu a qualificação do programa no estado e proporcionou o desenvolvimento de inovações que se constituem em experiências exitosas, a exemplo do Sistema Integrado de Gestão Rural (Sigra), criado pela parceria Incra/UFSM, e a Rede de Unidade de Observação Pedagógica (Ruop).
 
A análise da situação das famílias assentadas foi baseada em elementos do Sigra e da Ruop. Para o chefe da Divisão de Desenvolvimento do Incra/RS, Clodoir Silva, o Sistema Integrado auxilia as atividades do setor ao oferecer subsídios sobre aspectos sociais, ambientais e produtivos das famílias. “Constitui-se em uma ferramenta de organização, planejamento e acompanhamento do trabalho desenvolvido pelas equipes de Ates, além de nos disponibilizar, hoje, informações gerenciais sobre os assentados, incluindo a produção nos assentamentos”.
 
De acordo com Vinicius Dalbianco, um dos organizadores da obra, o objetivo foi relatar e discutir a experiência do Rio Grande do Sul, apresentando todos os instrumentos e ferramentas utilizados para a viabilização da assistência técnica, "bem como caracterizar a sua consolidação como uma proposta pluralista e descentralizada, onde as decisões foram compartilhadas com o conjunto de atores envolvidos”.
 
Contexto
 
A publicação contempla a assistência técnica disponibilizada até 2017 para 11.403 famílias, distribuídas em 304 assentamentos e 84 municípios gaúchos. O serviço foi estruturado em 20 núcleos operacionais (conforme a região) e realizado por 152 técnicos de três prestadoras, contratadas pela superintendência regional do Incra por meio de chamada pública. Nesta ação, o Instituto investiu cerca de R$ 96 milhões entre os anos de 2008 e 2017.
 
 
Assessoria de Comunicação Social do Incra/RS
(51) 3284-3309 / 3311
imprensa@poa.incra.gov.br
www.incra.gov.br/rs

Ir para o Topo